quinta-feira, 13 de abril de 2017

[WWE] Guia do Iniciante para a Luta Livre



Se você é como eu, alguma vez na vida deve ter assistido os clássicos episódios de Super Catch que passavam na falecida rede Manchete, onde víamos homens do tamanho de armário encenando lutas e tretas em um ringue que balançava muito.

Era um tempo estranho e sem internet, então tudo que tínhamos para nos divertir eram os jogos de Super Nintendo e a programação da Manchete que tinha a regularidade do Michael J. Fox fazendo neurocirurgia. Ok, mas isso era então e agora é agora, não há desculpas para não assistir o show que nos deu perolas como Dwayne "The Rock" Johnson e André, o Gigante.

Foi o que eu fiz semana passada... e achei terrivelmente confuso. Não sem surpresa, afinal estou começando uma série pela metade e ninguém gosta de ser aquele chato que chega no meio do filme e fica perguntando tudo. Então, sem mais delongas, vamos a tudo que você precisa saber para começar a acompanhar os mais carismáticos homens e mulheres da televisão que jogam pessoas do alto de escadas!

O QUE É O WWE?

WWE significa World Wrestling Entertainment, que é a empresa que administra o grande evento de luta livre mundial. Seu principal acionista (que é dono de mais da metade da coisa) é Vince McMahon, que também é um personagem do programa. Volta e meia Vince sobe no ringue para exercer seu personagem de "chefe da porra toda".

Se o nome talvez não lhe seja familiar, duvido muito que você não tenha visto algum meme dele, como esse do trailer de Fallout 4:


O sr. McMahon é ele próprio um ex-lutador e comentarista, então ele entende muito de presença de palco e manja pacaraio do negócio do qual ele é dono.

LEGAL, ENTÃO ONDE EU ASSISTO ESSA TAL DE WWE?

Então, não assiste.

COMO ASSIM?

WWE é o nome da empresa, o que você assiste são dois programas separados que ela tem. As segundas feiras vai ao ar o WWE RAW, e as terças o WWE Smackdown. Existe ainda o WWE NXT - que é meio que a divisão de acesso, quem for bem no NXT ganha uma chance de brilhar nos programas principais da empresa.

QUAL A DIFERENÇA ENTRE O RAW E O SMACKDOWN?

Tirando a duração (o Raw dura cerca de 3 horas e o smackdown cerca de duas), não muita coisa. A grande diferença é que cada programa tem seu cartel de lutadores que compete exclusivamente naquele programa - exceto em eventos especiais, claro.

Então se você quer ver a besta encarnada Brock Lesnar assista ao Raw. Se você quer ver Jooooooohn Cenaaaaaaaaaaa, assista ao Smackdown. 

Ou seja, o Raw e o Smackdown são como a Marvel e a DC: ambas fazem quadrinhos de super-heróis, mas eles não coexistem no mesmo universo (exceto, novamente, em eventos especiais).

Se isso não é arte, não sei mais o que poderia ser
E SOBRE O QUE É O PROGRAMA, AFINAL?

A melhor forma de descrever a luta livre é que ela não é uma competição esportiva e sim um show de TV sobre uma competição fictícia. Então quase tão importante quanto homens e mulheres grandes pacaraio dando golpes visualmente espetaculares no ringue são as cenas entre as lutas em que os atletas daquele mundinho criam suas tretas e rixas.

Esse é o grande diferencial e atrativo da WWE: os lutadores tem que ser atores tão bons quanto, porque é do seu carisma que vem a satisfação de ver determinado personagem ganhar ou perder. Como funciona em qualquer programa de TV, na verdade.

Por exemplo, na semana passada teve a Wrestlemania (já chego nisso) onde o lutador mais antigo e queridos do plantel se aposentou, o Undertaker. Só que ele ele perdeu em sua última luta, e o publico queria muito que ele encerrasse com uma vitória. Por isso o publico agora quer as tripas do cara que fez isso, derrotar ele, banhadas em molho marinara.

Como nosso novo vilão, Roman Reigns reagiu a isso?


Oh, como odiamos esse cara! Vamos torcer ansiosamente pelo dia que ele quebrar a cara, porque um dia ele vai se dar mal. Pode demorar um mes, pode demorar um ano, mas quando esse dia chegar nós estaremos lá para dizer "Buuuuuuuuuuuuuuu!".

Viu? É assim que o jogo funciona. Heróis são construídos, assim como vilões. Tem caras que lutam sujo e vencem, e você torce para que o dia deles chegue. E quando chega há muita alegria. Mas as vezes os caras que você detesta continuam se dando bem, e a torcida só aumenta para quando o dia chegar...

Existem dois tipos de treta na WWE: aquelas que são construídas para o episódio, e algumas são a longo prazo. Algumas são construídas até mesmo ao longo do ano inteiro, ou de anos e quando se resolvem são mega eventos que promovem a catarse de anos de programa.

Essa, usualmente é a Wrestlemania.

O QUE É A WRESTLEMANIA? TU JÁ TINHA MENCIONADO ESSE NOME ANTES.

Wrestlemania é tipo a "Copa do Mundo" da luta livre. Quando os melhores lutadores da Raw e a do Smackdown participam de um mega-evento a céu aberto e finalmente acertam suas tretas. É tipo a "Season finale" do show, e normalmente são eventos memoráveis. 

As vezes as tretas são resolvidas também em eventos pay-per-view, porque alguém tem que pagar o leite dos McMahonzinhos, né?

E AS LUTAS?

A principal diferença entre o UFC e o WWE do ponto de vista do espectador é que enquanto o primeiro é sobre violencia, o segundo é carisma. Dã, é claro, as lutas da WWE não são "de verdade", mas não é isso que eu quero dizer.

Tudo desde a entrada do personagem na arena aos seus movimentos é feito para ser marcante e plasticamente bonito. Não importa se não é assim que as coisas aconteceriam numa briga "de verdade", o WWE é para encher os olhos e vender entretenimento, não produtos de limpeza para tirar as manchas de sangue do ringue depois.

O segredo é escolher aqueles que você gostar mais e apenas torcer pra eles, se deixar entrar no hype e  se divertir com a experiencia. É isso que a WWE vende: espetáculo, e é o que ela faz como poucos.

Como não curtir quando no meio da discussão sobre quem seria o segundo componente da luta de duplas tudo escurece e toca o tema do Rei Demônio, Finn Balor? (sim, títulos são metade do que fazem o show funcionar)



 Bem, agora você já sabe o básico para começar a assitir os episódios semanais do Raw ou do Smackdown (ou ambos, se você for ambicioso). E não se esqueça, saber é metade da batalha!











Nenhum comentário:

Postar um comentário