sábado, 1 de abril de 2017

[GAMES] CHIP'N DALE RESCUE RANGERS (NES) [AÇÃO GAMES 002]


"O Tico e o Teco vem, melhor não tem! Eles desconhecem o que é fracasso, pois os seus nervos são de aço!". Quando eu joguei o jogo do "Tico e o Teco, e os Defensores da Lei" no NES ainda levariam alguns anos para o desenho animado estrear no Brasil. Se soubesse, teria dado mais valor ao jogo - mesmo que fosse para ver a Geninha em 8 bits, caham...


PRECISO dessa miniatura because... reasons...
Seja como for, jogos licenciados no Nintendinho costumavam significar dor. Como os valores de produção são baixos (em parte porque boa parte do investimento vai na licença, outra parte porque eles estão pouco se fodendo já que o que vai vender é o nome mesmo), é uma dica do dedão para cima evitar adaptações no NES. Exceto se forem produtos da Disney, esses tem um padrão de qualidade espetacular - vide Aladdin, Ducktales, Castle of Ilusion. Embora nenhum, que eu consiga lembrar até o momento, seja melhor que o jogo dos esquilos que combatiam o crime. É. Eu sei. A vida tem dessas coisas.

Sempre me perguntei pra que tantas torneiras juntas...
Disney's Chip 'n Dale Rescue Rangers é um clássico jogo de plataforma da Capcom, lançado para o NES em 1990. Apresentando tanto modos de jogador único e um raro modo cooperativo de 2 jogadores, o jogo é baseado em um episódio específico da série animada. Para ser sincero, o único episódio do desenho que eu lembro, em que eles ajudam uma menina a recuperar o gatinho perdido apenas para descobrir uma conspiração de que todos os gatos estavam desaparecendo

Rescue Rangers é um jogo de plataformas muito sólido. Controles muito redondinhos, jogabilidade rápida e pouca margem de erro fazem deste jogo um verdadeiro prazer de se jogar. Já que esquilos não são conhecidos por suas armas mortais, seu ataque depende de encontrar e arremessar objetos no cenário - ao estilo Mario 2. Só que diferente de Mario 2, o cenário é abundante em coisas arremessaveis e raramente você se encontra desamparado. Em geral, um único hit de um item vai cuidar de um inimigo, mas alguns mais tarde no jogo vão exigir dois hits ou um ataque em uma parte especifica.

Os designs de nível são encantadores e fazem um grande trabalho de representar o mundo "humano" para a escala dos esquilos. Os fundos geralmente consistem de itens comicamente oversized, como tubos de ensaio, lápis ou panelas de pressão e muitas vezes lembra de Micro Machines. 

Eu acho que o Gatão teria mais chances de vencer se ele
realmente atacasse os esquilos ao invés de só jogar bitucas de
cigarro neles, mas o que eu sei da vida?
Ocasionalmente, o jogador terá que interagir com o nível, fazendo coisas como virar chaves para desligar os perigos, ou fechar as torneiras para permitir a progressão. Em geral, a dificuldade é quase perfeita. Cada jogador tem 3 hits antes de morrer, e apenas um número limitado de continues. Alguns níveis são opcionais (ao estilo Mario 3), uma vez que o jogador tem permissão para escolher o seu próprio caminho através do jogo através de um mapa aéreo entre os níveis. 

A maioria dos níveis não vai representar muito de um problema para os jogadores experientes, mas seus saltos terão de ser precisos e seus reflexos rápidos. 

Jogabilidade: a jogabilidade é padrão para o gênero. Saltos, timing adequado e reflexos rápidos levam você através do jogo

Som: Em geral, o som é muito bom. Emula, dentro do possível, as músicas temas do desenho animado com competencia. Os efeitos sonoros são simples, mas fazem o trabalho.

Multiplayer: Jogos de plataforma cooperativos são raros, no Nintendinho mais ainda. Já o jogo do Tico e o Teco simplesmente faz tudo certo nesse aspecto, mesmo para oa padrões de hoje. Uma grande qualidade do cooperativo é que a fase não reinicia a menos que ambos os jogadores morram ao mesmo tempo, permitindo uma progressão mais rápida (enquanto houverem vidas, é claro) e o NES surpreendentemente suporta muito bem os dois jogadores ao mesmo tempo sem lag ou falhas.

Por si só esse já seria um dos melhores jogos de plataforma do NES, mas a cereja do bolo que é o modo coop redondinho e sem trapalhadas o coloca um patamar acima. Obra-prima!


Nenhum comentário:

Postar um comentário