sexta-feira, 14 de abril de 2017

[AÇÃO GAMES 004] FORGOTTEN WORLDS (Mega Drive)



Um belo dia os executivos da Capcom estavam voltando da academia, ainda doidões de maromba, e tiveram esse iluminado dialogo:

- Mano, cê viu esse jogo novo da Konami?
- O que? Aquele tal de Contra?
- É, esse! Totalmente frutinha cara! Sabe o que faria esse jogo totalmente macho?
- Se ele fosse NO ESPAÇO, VÉI!
- Mano, tu me entende totalmente! Agora vamos pegar nos peitos durinhos um do outro!

Ok, pode não ter sido EXATAMENTE assim que Forgoten Worlds nasceu, mas é a melhor explicação que eu consigo pensar...


Em FW jogamos com dois bombadões que saem voando com o poder da macheza atirando em tudo que sobrou da civilização because MACHO POWER MAAAAAAAAN! De fato nossos heróis são tão machos que eles sequer tem nomes, porque homens de verdade não tem nome! Você apenas sabe de quem está falando porque eles são OS CARAS MACHÕES, FUCK YEAH!!!

Na história do jogo, o Lord Hater da vez o Imperador Bios (também conhecido como Deus da Destruição) criou 8 deuses malignos e destruiu a civilização do mundo sem nome. Então dois ex-pacatos cidadões sem nome saem voando de metralhadoras em punho para enfrenta-lo. Eu não estou inventando isso. Sério.

Sempre me perguntei pra quem o Rei dos Deuses reza, afinal...
  
Nossos heróis machões atiram em tudo que se move no que parece ser o pesadelo de um produtor de clipes de metal dos anos 80: você atira nas tripas de um dragão, em múmias, em homens-lagarto biomecanicos, nos biceps altamente definidos do Deus da Destruição, em bolas azuis, em um caixão de múmia com tripas, vermes malditos espaciais... eu sei lá, cara... se em algum momento você conseguir realmente entender o que está acontecendo na tela o jogo sentirá como se tivesse falhado terrívelmente em sua missão. 

Porque nada é mais MACHOOO do que estar voando
e atirando com seu bro quando um monge zumbi gigante
andando de costas surge das nuvens
e vomita bebês de fezes teleguiados para te perseguir.
Esse é o nível da doidice aqui. É. Machão.

O importante mesmo é só ser machoooooo e sair atirando em tudo, because yeah man!

A jogabilidade da coisa toda é tão estranha quanto: ele é um shmup - vulgo jogo de navinha - mas com nossos já citado machões de óculos escuros metendo bala em tudo. Só que é aqui que as coisas ficam realmente estranhas: o arcade vinha com dois botões. 

Uma alavanca para controlar o personagem na tela, normal até aqui, mas um disco que você tinha que apertar para atirar e girar para mudar a direção em que estava atirando. Nas versões domésticas o disco é substituído por um botão para mudar 15graus  o angulo de tiro, permitindo assim o nosso herói da bomba atirar para onde ele quiser. 

Enfim, é um sistema muito estranho e um que você não automaticamente associaria com níveis de macheza e chestbumps que o jogo se propõe, mas o que eu sei da vida afinal?

O jogo ainda tem um sistema de power-ups único: você recebe apenas dinheiro, que pode trocar em lojas que brotam do nada com uma super babe novinha gata por mais PODER DE FOGO, FUCK YEAH!!! Porque se os inimigos apenas dropassem itens não teria como colocar a SUPER GATA BABE YEAH, sabe como é.

 Se assistir esse vídeo não fez sua barba crescer 15cm, então tem algo muito errado com você. Mesmo que você seja mulher.

Como o jogo é apenas para HOMENS DE VERDADE FUCK YEAH e não comedores de quiche, a versão do Mega Drive tem apenas uma vida sem continue. Because MACHEZA FUCK YEAAAAHHH!!!

"Aura" deve ser o nome da metralhadora dele, eu suponho
Caralho, os anos 80 foram realmente loucos...

Nenhum comentário:

Postar um comentário