sexta-feira, 13 de novembro de 2015

Metroid Prime (ou o melhor jogo que eu jamais jogarei)

Dizem que Metroid Prime é uma das grandes instancias da série Metroid. Quando o Nintendo 64 foi lançado a Nintendo tratou de adaptar suas principais franquias: Mario, Zelda e até Pokémon tiveram uma versão em 3D. Mas não Metroid, porque a Nintendo não fazia bulhufas de ideias de como adaptar Metroid para 3D.

Foi só na época do Gamecube que reuniram culhões para finalmente fazer de Metroid um FPS e o resultado foi...


... algo que eu jamais saberei. Não, sério, de verdade, eu não consigo jogar esse jogo. E a culpa é dos controles, deus, que coisa horrível. Apenas inadmíssivel que em 2002 a Nintendo lance um jogo com controles tão ruins, de verdade.

Pra começar que o Gamecube possui dois analógicos, um anda e outro controla a camera. Simples, certo? Não, ah não senhor! Um analogico anda e o outro faz funções aleatórias que poderia ter sido colocadas em outros botões.

Como se controla a camera então? Fico feliz que tenha perguntado, senhor: segure R e use o analogico de andar para erguer ou abaixar a camera (claro que voce não pode fazer isso andando). 

Espera que piora: durante o jogo voce tem que escanear várias coisas para abrir caminho, como se escaneia? Use o analogico que deveria ser da camera para a direita para ENTRAR no modo scan e então mire da forma citada anteriormente. ARGH! WHY? Porque eles tem que fazer tudo tão burocrático e complicado? Pra que querer inventar a roda quando já existe um sistema que funciona? Esse jogo é mais novo que Halo, for god sake!

Mas ok, ao menos o jogo parece bom, vou fazer um esforço e dar mais uma chance...

Nenhum comentário:

Postar um comentário